17 de maio de 2011

"Broadway Danny Rose" por Nuno Reis

Além dos argumentos únicos Woody Allen é também um exímio criador de personagens. Quando escreve para si é um bocado limitado e acabam por parecer muito semelhantes, mas há sempre excepções e uma das mais memoráveis de sempre é precisamente o altruísta Danny Rose. Por muito de Allen que tenha na sua composição, é dos seres fictícios mais adoráveis que o cinema já nos trouxe.
Broadway Danny Rose

Danny Rose é um agente de talentos. Convém dizer que tem em carteira os piores talentos do mundo, mas acredita neles e faz tudo por eles na difícil escalada para o sucesso. Só que quando lá chegam trocam-no por outro, deixando Danny de novo no fundo da hierarquia da fama com um bando de inúteis para promover. Até que chega Lou Canova, uma estrela de outrora que regressa aos palcos numa onda de nostalgia. Danny não tem como falhar, só tem de o manter feliz o que inclui levar Tina, a amante de Lou, como sua acompanhante a um concerto a que também vai a família do cantor. Só que essa missão vai levá-lo para um mundo de mafiosos loucos e assassinos que se querem vingar do homem que roubou o coração de Tina.

O filme é contado por um grupo de conhecidos de Danny que recordam os velhos tempos. A primeira impressão que passam é que é um tipo adorável, esforçado e amigo dos seus amigos, até que um deles conta esta história em particular para mostrar o verdadeiro homem. Os jantares de Acção de Graças em que se reúnem todos os desenquadrados do mundo artístico fazem lembrar o que mais tarde será conhecido como “Diner de Cons”, só que Danny não os faz para gozar com ninguém, fá-lo porque são esses os seus amigos, a sua família.
Broadway Danny Rose

É uma obra nostálgica sobre uma época que estava a desaparecer. Quando artistas desconhecidos pululavam pela Broadway e por Vegas sem necessidade de grandes currículos e provas dadas de conseguirem encher uma sala de espectáculos. Bastava o agente dizer que era o que a sala precisava e eles entravam em palco para surpreender a audiência.
O filme tem momentos de aventura, tem suspense, tem aquele amor muito particular entre companheiros do profissão (ou de infortúnio?) e tem o humor constante que Allen disponibiliza como poucos. Funciona em todos os sentidos sendo uma das obras mais completas do cineasta. E tudo isso a preto e branco.

Broadway Danny RoseTítulo Original: "Broadway Danny Rose" (EUA, 1984)
Realização: Woody Allen
Argumento: Woody Allen
Intérpretes: Woody Allen, Mia Farrow, Nick Apollo Forte
Fotografia: Gordon Willis
Género: Comédia
Duração: 84 min.

Sem comentários: